Organic compost addition to raw rice husk substrate for tomato (<i>Solanum lycopersicum</i>) hybrid variety cultivation in a leach recirculating system

Adición de compost orgánico al sustrato de cáscara de arroz crudo para el cultivo de variedades híbridas de tomate (Solanum lycopersicum) en sistema con recirculación del lixiviado

Main Article Content

Fernanda Carini
Roberta Marins Nogueira Peil
Gabriel Nachtigal Marques
Paulo Roberto Grolli
Rafaela Schmidt de Souza

Abstract

The addition of organic compost (OC) to raw rice husk (RRH) may benefit the production of a tomato crop by conferring a greater buffer capacity and water holding capacity to the substrate in a leach recirculation system. At the same time, the selection of varieties that respond positively to the proposed technology is required. The objective of this work was to study the effects of adding OC to RRH on the physical and chemical properties of substrate [by comparing RRH (100%) and the mixture of RRH (80%) + OC (20%)] and on growth and yield responses of four tomato hybrid varieties [Ivety, Sofhia-F3, Sheila Victoria, and Lumi (Sakata® Seed)]. The chemical and physical properties of substrates, plant dry matter production and partitioning, fruit number, mean weight and yield, and fruit total soluble solids (TSS) content were evaluated. Fruit grading and harvest distribution along the crop cycle were also performed. The addition of OC improved the physical and chemical properties of the substrate. However, it did not affect the major growth and productive characteristics of the crop. All four varieties presented similar growth and fruit yield, but Sheila Victoria stood out as having the highest TSS. The yields were considered high, ranging from 6.3 kg/plant for Sophya and Sheila Victoria, 6.5 kg/plant for Lumi, to 7.6 kg/plant for Ivety. The results indicated that the addition of OC to RRH is unnecessary and that the four varieties adapted similarly to the proposed system.

Keywords:

Downloads

Download data is not yet available.

Article Details

Author Biography (SEE)

Fernanda Carini, Universidade Federal de Pelotas, Faculdade de Agronomia Eliseu Maciel (FAEM), Departamento de Fitotecnia, Programa de Pós-Graduação em Sistemas de Produção Agrícola Familiar, Pelotas-RS

Graduada em Agronomia pela Universidade Federal de Pelotas (2013). Especialista em Didática e Metodologia do Ensino Superior pela Faculdade Anhanguera Pelotas/RS (2015). Mestre em Agronomia pelo Programa de Pós-Graduação Sistemas de Produção Agrícola Familiar - Área de Olericultura pela Universidade Federal de Pelotas (2016). Atualmente é aluna de Doutorado pelo Programa de Pós-Graduação em Agronomia - Universidade Federal de Santa Maria. Tem experiência na área de Agronomia, com ênfase em Fitotecnia, atuando principalmente nos seguintes temas: olericultura, produção de mudas, cultivo sem solo, recursos genéticos vegetais e agricultura de base ecológica. 

References (SEE)

Aguirre, N.C. and F.A.V. Cabrera. 2012. Evaluating the fruit production and quality of cherry tomato (Solanum lycopersicum var. cerasiforme). Rev. Fac. Nac. Agron. Medellín. 65(2), 6599-6610.

Alvarenga, M.A.R. 2013. Tomate: produção em campo, em casa-de-vegetação e em hidroponia. 2th ed. UFLA, Lavras- MG, Brazil.

Andreuccetti, C., M.D. Ferreira, A.S.D. Guitierrez, and M. Tavares. 2004. Classificação e padronização dos tomates cv. Carmem e Débora dentro da CEGESP- SP. Eng. Agríc. 24(3), 790-798. Doi: 10.1590/S0100-69162004000300033

Andriolo, J.L., M. Wilter, T. Dal Ross, and R.S. Godói. 2003. Crescimento e desenvolvimento do tomateiro cultivado em substrato com reutilização da solução nutritiva drenada. Hort. Bras. 21(3), 485-489. Doi: 10.1590/S0102-05362003000300015

CEAGESP. 2003. Norma de classificação do tomate. CQC/ CEAGESP, São Paulo-SP, Brazil.

Duarte, T.S., R.M.N. Peil, S. Bacchis, and A.S. Strasburguer. 2008. Efeito da carga de frutos e concentrações salinas no crescimento do meloeiro cultivado em substrato. Hortic. Bras. 26(3), 348-353. Doi: 10.1590/S0102-05362008000300011

FAOSTAT (Food and Agriculture Organization of the United Nations). 2012. In: http://faostat.fao.org/site/339/default.aspx; consulted: August, 2016.

Fermino, M.H. 2014. Substratos: composição, caracterização e métodos de análise.: Agrolivros Guaíba, Porto Alegre-RS, Brazil.

Ferreira, M.M.M., G.B. Ferreira, P.C.R. Fontes, and J.P. Dantas. 2006. Qualidade do tomateiro em função de doses de nitrogênio e da adubação orgânica em duas estações. Hortic. Bras. 24(2), 141-145. Doi: 10.1590/S0102-05362006000200003

Genuncio, G.C., R.A.C. Silva, N.M, SÁ. E. Zonta, and A. P. Araújo. 2010. Produção de cultivares de tomateiro em hidroponia e fertirrigação sob razões de nitrogênio e potássio. Hortic. Bras. 28(4), 446-452. Doi: 10.1590/S0102-05362010000400012

Guimarães, M.A., J.H., Silva, P.C.R Fontes, and A.P. Mattedi. 2008. Produtividade e sabor dos frutos de tomate do grupo salada em função de podas. Bioscience J. 24(1), 32-38.

Kämpf, A.N. 2005. Produção comercial de plantas ornamentais. 2th. ed. Agrolivros Guaíba, Porto Alegre-RS, Brazil.

Lima, A.A., M.A.R. Alvarenga, L. Rodrigues, and J.G. Carvalho. 2011. Concentração de nutrientes e produtividade de tomateiro cultivado sob diferentes substratos e doses de ácido húmico. Hortic. Bras. 29(1), 63-69. Doi: 10.1590/S010205362011000100011

Lucena, R.R.M., M.Z. Negreiros, J.F. Medeiros, T.M.V. Batista, A.T.M. Bessa, and W.A.R. Lopes. 2013. Acúmulo de massa seca e nutrientes pelo tomateiro ‘SM – 16 ‘cultivado em solo com diferentes coberturas. Hortic. Bras. 31(3), 401-409. Doi: 10.1590/S0102-05362013000300010

Lúcio, A.D., F.M. Haesbaert, D. Santos, D.V. Schwertner, and R. R. Brunes. 2012. Tamanhos de amostra e de parcela para variáveis de crescimento e produtivas de tomateiro. Hortic. Bras. 30(4), 660-668. Doi: 10.1590/S0102-05362012000400016

Marques, G.N. and R.M N. Peil. 2016. Sistemas de cultivo aberto e fechado. In: Rampazzo, E.F. (ed.). Cultivo de morangueiro em substrato. SENAR-PR, Curitiba-PR, Brazil.

Paula, J.T., J.T.V. Resende, M.V. Faria, A.S.T. Figueiredo, K. Schwarz, and E.R. Neumann. 2015. Características físico-químicas e compostos bioativos em frutos de tomateiro colhidos em diferentes estádios de maturação. Hortic. Bras. 33(4), 434-440 Doi: 10.1590/S0102-053620150000400005

Peil, R.M.N., A.A.R. Albuquerque Neto, and C. V. Rombaldi. 2014. Densidade de plantio e genótipos de tomateiro cereja em sistema fechado de cultivo em substrato. Hortic. Bras. 32(2), 234-240. Doi: 10.1590/S0102-05362014000200021

Rattin, J.E., J.L. Andriolo, and M. Witter. 2003. Acumulação de massa seca e rendimento de frutos de tomateiro cultivado em substrato com cinco doses de solução nutritiva. Hortic. Bras. 21(1), 26-30. Doi: 10.1590/S010205362003000100005

Rocha, M.Q., R.M.N. Peil, and C. M. Cogo. 2010. Rendimento do tomate cereja em função do cacho floral e da concentração de nutrientes em hidroponia. Hortic. Bras., 28(4), 466-471. Doi: 10.1590/S0102-05362010000400015

Schwarz, K., J.T.V. Resende, A.P. Preczenhak, J.T. Paula, and D.M. Dias. 2013. Desempenho agronômico e qualidade físico-química de híbridos de tomateiro em cultivorasteiro. Hortic. Bras. 31(3), 410-418. Doi: 10.1590/FS0102-05362013000300011

Silva, F. de S. and C.A.V. de Azevedo. 2002. Versão do programa computacional ASSISTAT para o sistema operacional Windows. Rev. Bras. Prod. Agroind. 4(1), 71-78. Doi: 10.15871/1517-8595/rbpa.v4n1p71-78

Soares, M.A., M.Z. Negreiros, A.R.L. Welder, J.L.D. Dombroski, and R.R.M. Lucena. 2013. Crescimento do tomateiro cultivado em solo coberto com polipropileno preto. Rev. Ciênc. Agron. 44(4), 790-797. Doi: 10.1590/S1806-66902013000400016

Strassburger, A.S., R.M.N. Peil, L.A. Fonseca, T.Z. Aumonde, and C.R. Mauch. 2011. Dinâmica do crescimento da abobrinha italiana em duas estações de cultivo. Acta Scientiarum 33(2), 283-289. Doi: 10.4025/actasciagron.v33i2.5952

Citado por: