Ir al menú de navegación principal Ir al contenido principal Ir al pie de página del sitio

A pesquisa sobre o ensino de História nos Encontros Estaduais de História da ANPUH-BA: impressões iniciais

Resumen

Esta investigação situa-se no espaço do Ensino de História. Nossa fonte primária de pesquisa foram os Anais das sete edições do Encontro Estadual de História na Bahia, consultando-se os trabalhos publicados integralmente e os que tiveram apenas os resumos aprovados. Este artigo visa analisar as comunicações apresentadas na Anpuh-Bahia, entre os anos de 2002 e 2014. A pesquisa contemplou de forma ampla as temáticas relacionadas ao objeto, incluindo também as produções de pesquisa no âmbito acadêmico e escolar sobre o Ensino de História na Bahia. Os resultados mostram uma baixa expressividade de temas ligados ao Ensino de História. Os trabalhos não conseguem expressar o debate acerca do ensino de história e representam o espelho da velha dicotomia Ensino de História versus Pesquisa e Historiografia, ou Licenciatura versus Bacharelado.

Palabras clave

Ensino de História, Anais, Pesquisa, Anpuh.

PDF Xml (Português (Brasil))

Biografía del autor/a

Carlos Augusto Lima Ferreira

Professor Titular da Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS), atuando no Programa de Pós-Graduação em História (mestrado) e nos cursos de Graduação em História e Pedagogia. Desenvolve pesquisas na área de Ensino de História, com ênfase na formação de professores. Atualmente é Coordenador do Laboratório de Formação de Educadores (LIFE-UEFS) da Pró Reitoria de Graduação (PROGRAD)

Adriana Silva Teles

Mestre em Literatura e Diversidade Cultural pela Universidade Estadual de Feira de Santana. Especialista em Teoria e Metodologia da História e Licenciada em História é professora da Universidade do Estado da Bahia. Integra o "Grupo de Estudos e Pesquisa em Ensino de História" (UEFS-CNPq).

Dulcinea Cerqueira

Licenciatura em História (UEFS, 2000). Especialista em Metodologia do Ensino, Pesquisa e Extensão em Educação (UNEB, 2001) e em Política do Planejamento Pedagógico: Currículo, Didática e Avaliação (UNEB, 2007). Mestra em História (UEFS, 2015). Professora da Rede Básica Estadual de Ensino da Bahia (SEC-Ba, desde 2001). Integra o "Grupo de Estudos e Pesquisa em Ensino de História" (UEFS-CNPq).

Edicarla Dos Santos Marques

É professora assistente da Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS). Mestre em História pelo Programa de Pós-graduação da Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS). Graduada em História pela Universidade do Estado da Bahia (UNEB). Integra o Grupo de Estudos e Pesquisa em Ensino de História - GEPENH.


Referencias

  1. Referências
  2. Aragão, Teresa Cristina Álvares de. «O Ensino de História numa Sociedade de classes: análise comparativa entre as escolas públicas e particulares» Tese de Mestrado, Universidade Federal da Bahia 1979.
  3. Ciampi, Helenice. «Ensinar História no Século XXI: dilemas curriculares», Mesa redonda, XX Encontro Regional da Anpuh SP, Franca, Unesp - Universidade Estadual Paulista, 2010.
  4. Costa, Aryana Lima e Margarida Maria Dias de Oliveira. «O Ensino de História como objeto de pesquisa no Brasil: no aniversario de 50 anos de uma área de pesquisa, notícias do que virá». SAECULUM - Revista de História. nº 16 (2007).
  5. Ferreira, Carlos Augusto Lima, Ednalva Padre Aguiar e Aguiar, Isa Beatriz da Cruz Neves, Maris Antonieta de Campos Tourinho e Tatiana Polliana Pinto de Lima «Ensino de história nas instituições de ensino superior baianas: um relato». Revista História Hoje. 5 n°14. 2011.
  6. Lopes, Eliane Marta Teixeira e Ana Maria de Oliveira Galvão. História da educação: o que você precisa saber sobre. Rio de Janeiro: DPA, (2001).
  7. Marques, Maria Inês Corrêa. «A Formação do Professor de História: implicações e compromissos». Tese de Mestrado, Universidade Federal da Bahia, 1992.
  8. Matta, Alfredo Eurico Rodrigues. «Procedimento de Autoria Hipermídia em Rede de Computadores, um Ambiente Mediador para Ensino/Aprendizagem da História». Tese de Doutorado, Universidade Federal da Bahia, 2001.
  9. Miranda, Sônia Regina. Sob o signo da memória: cultura escolar, saberes docentes e História ensinada. São Paulo: Editora Unesp, 2007.
  10. Nunes, Silma do Carmo. Concepções de Mundo no Ensino de História. São Paulo: Papirus, 1996.
  11. Oliveira, Margarida Maria Dias de. A Construção de Referenciais para o Ensino de História: limites e avanços. História Revista, Goiânia , 14, nº 1 (2009). DOI: https://doi.org/10.5216/ DOI: https://doi.org/10.5216/hr.v14i1.8175
  12. hr.v14i1.8175.
  13. Schimidt, Maria Auxiliadora. «A formação do professor de História e o cotidiano da sala de aula» In: O Saber Histórico na Sala de Aula. Coordenado por Circe Bittencourt, (org.) São Paulo: Contexto, 1997.
  14. Silva, Marcos A. da. História: o prazer em ensino e pesquisa. São Paulo: Brasiliense, 2003.
  15. Souza, Maria Elizabete Couto. « Kit’s na Escola - a televisão e o vídeo na sala de aula». Dissertação de Mestrado, Universidade Federal da Bahia, 1999.
  16. Tourinho, Antonieta. «O Ensino de História: inventos e contratempos». Tese de Doutorado, Universidade Federal da Bahia, 2004.
  17. Referências Eletrônicas:
  18. Anpuh Bahia «Associação Nacional de História». Acesso em 20 de outubro 2017. http://www.encontro2014.bahia.anpuh.org/ conteudo/view?ID_CONTEUDO=1271.
  19. Anpuh Brasil «Associação Nacional de História». Acesso em 14 de junho 2018. https://anpuh.org.br/index.php/grupos-detrabalho/ atividades/item/297-gt-de-ensino-de-historia-eeducacao.
  20. Ausência de história e geograia no novo ensino médio gera apreensão,
  21. «Jornal O Globo». Acesso em 08 de março de 2018, https:// oglobo.globo.com/sociedade/educacao/ausencia-de-historiageograia- no-novo-ensino-medio-gera-apreensao-21027999.
  22. Beard, Mary. « Conferencia, P remio Príncipe de Asturias de las Ciencias Sociales». Conferência apresentada em Oviedo, Março de 2016. Acesso em 20 de novembro 2017, http://www.rtve.es/contenidos/princesadeasturias/beard.pdf.

Descargas

Los datos de descargas todavía no están disponibles.